top of page
Buscar

A mudança é uma porta que se abre por dentro



Hoje não há assunto que não se possa conhecer rapidamente com uma busca na internet.

Em poucos segundos os algoritmos são capazes de nos oferecer milhares de respostas sobre qualquer coisa que tenhamos curiosidade. Por isso não vou cansar-te com explicações técnicas ou históricas sobre as constelações familiares, criadas pelo alemão Bert Hellinger.

Em vez disso vou propor-te um convite para viveres a experiência de uma rápida resolução de problemas. Para dares um mergulho em memórias inconscientes, que todos carregamos, e que podem estar a condicionar a tua vida, o teu comportamento e as tuas escolhas, distanciando-te do destino que imaginas para ti.


Quantas vezes pensaste em seguir uma profissão e desististe por não ter a aprovação dos pais? Quantas vezes te encaixaste em padrões que não eram os teus, apenas para seres aceita em um grupo? Quantas vezes calaste os teus sentimentos por não te sentires acolhida? Quantas vezes te comparaste com os teus irmãos a acreditar que um deles recebeu mais amor e atenção? Quantas vezes te surpreendeste a fazer um gesto com toda gente a dizer que é igual ao da tua avó? Quantas vezes choraste escondida por um aborto voluntário ou por teres interrompido uma gravidez na qual o pai não quis assumir a criança? Quantas vezes acusaste os teus pais pela vida medíocre que talvez estejas a levar hoje, ou atribuis os fracassos que vives à falta de amor deles?


Os exemplos são inúmeros e todos resultam de um emaranhado que pode ter origem em tua própria história, desde a barriga da tua mãe, ou no sistema familiar a que pertences.

Uma constelação que nasce a partir de um tema que queiras ver resolvido, pode mostrar o despoletar do problema, pode revelar os motivos e as personagens envolvidas com a questão, trazendo em sua própria origem a cura para a situação.


A constelação trabalha com as ordens do amor, onde todos que pertencem a um sistema são incluídos, reestabelecendo a hierarquia e o equilíbrio.


Deixando no passado o que é do passado e aceitando a vida como ela se apresenta, a pessoa consegue seguir a vida em abundância, usufruindo a força de estar em seu lugar, honrando os seus antepassados e fazendo as mudanças necessárias para seguir a vida à sua maneira.


Se quiser saber mais sobre este método terapêutico, contacte-me. Espero por si na Clínica Magna.










Rose de Almeida

Especialista em Constelações Familiares

76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page